Publicidade

Correio Braziliense

Kim se compromete com desnuclearização completa da península coreana

Os dois dirigentes assinaram um documento que o americano chamou de "global" e o norte-coreano de "histórico"


postado em 12/06/2018 08:08 / atualizado em 12/06/2018 08:47

Kim também falou de um novo começou nas relações relações bilaterais(foto: AFP)
Kim também falou de um novo começou nas relações relações bilaterais (foto: AFP)

 
Cingapura - O dirigente norte-coreano Kim Jong Un reiterou o compromisso de "desnuclearização completa da península coreana", em um texto conjunto assinado nesta terça-feira (12/6) com Donald Trump durante uma reunião de cúpula histórica em Cingapura. Os dois dirigentes assinaram um documento que o americano chamou de "global" e o norte-coreano de "histórico".

O documento não menciona a exigência americana de "desnuclearização completa, verificável e irreversível", uma fórmula que significa o abandono das armas e a aceitação de inspeções, mas sim um compromisso anterior mais impreciso, segundo uma fotografia do texto a qual a AFP teve acesso.
 
Acordo assinado(foto: Saul Loeb/AFP)
Acordo assinado (foto: Saul Loeb/AFP)
 
 
Kim também falou de um novo começou nas relações relações bilaterais. "Hoje tivemos uma reunião histórica e decidimos virar a página", disse, antes de agradecer ao presidente americano por ter permitido o encontro. "O mundo assistirá a uma mudança importante".
 
Trump se declarou disposto a convidar o líder norte-coreano para uma visita à Casa Branca. "Certamente", respondeu, ao ser questionado sobre a possibilidade de um convite a Washington. "Vamos nos reunir com frequência", declarou, em referência a Kim Jong Un, com quem afirmou ter estabelecido um "vínculo especial".  
 
Ver galeria . 24 Fotos Kevin Lim/AFP
(foto: Kevin Lim/AFP )

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade