Publicidade

Correio Braziliense

Vereadora belga suspeita de ataque com explosivo à caixa eletrônico

A descoberta nas proximidades de sua casa de um veículo de grande cilindrada coberto com uma lona, utilizado pelos assaltantes, levou a polícia a investigar Anick Berghmans


postado em 27/06/2018 12:30

Bruxelas, Bélgica - A justiça belga indiciou uma vereadora por "roubo com uma ação em grupo organizado" por seu suposto envolvimento em um ataque com explosivos contra um caixa eletrônico.

O ato aconteceu na madrugada de 21 de junho em Lommel, uma cidade de 30 mil habitantes da província de Limbourg (norte), perto da fronteira com a Holanda.

A descoberta nas proximidades de sua casa de um veículo de grande cilindrada coberto com uma lona, utilizado pelos assaltantes, levou a polícia a investigar Anick Berghmans, vereadora de Lommel.

A política de 38 anos, conhecida por ter participado no reality show 'Big Brother' no início dos anos 2000, foi detida na terça-feira à noite ao lado de um homem em sua casa. 

Um juiz de Hasselt (norte) indiciou os dois por "roubo com uma ação em grupo organizado" e decretou a liberdade condicional do casal.

Desde meados de maio, esta região belga registrou pelo menos cinco ataques com explosivos contra caixas eletrônicos, mas Berghmans é suspeita apenas no caso de Lommel.

O prefeito de Lommel suspendeu Berghmans de suas funções de vereadora.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade