Publicidade

Correio Braziliense

Justiça francesa acusa grupo por ameaças de ataques a muçulmanos

De acordo com fontes ligadas à investigação, alguns suspeitos mencionaram ataques a mesquitas radicais e muçulmanos radicalizados quando saíssem da prisão


postado em 28/06/2018 07:41

Paris, França - Dez pessoas de um grupo de extrema-direita foram indiciadas nesta quinta-feira (28/6) na França por ameaças de ataques a muçulmanos.

De acordo com fontes ligadas à investigação, alguns suspeitos mencionaram ataques a mesquitas radicais e muçulmanos radicalizados quando saíssem da prisão.

Depois de passar quatro dias sob custódia, os suspeitos, nove homens e uma mulher com idades entre 32 e 69 anos, compareceram a uma audiência com um juiz de Paris, que acusou o grupo por "associação terrorista criminosa".

Quatro deles foram colocados em detenção provisória e outros quatro foram liberados sob controle judicial. Dois tiveram a prisão preventiva decretada.

As operações da polícia nas casas dos suspeitos encontraram 36 armas de fogo e material que poderia ser utilizado para fabricar explosivos informou a Promotoria.

O suposto líder do grupo, Guy S, é um policial aposentado, de acordo com uma fonte próxima às investigações. O grupo também conta com um ex-militar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade