Publicidade

Correio Braziliense

Iraque anuncia execução de 12 jihadistas

Os executados tinham sentenças confirmadas, depois que os recursos de apelação foram rejeitados e as penas ratificadas pela presidência


postado em 29/06/2018 08:17

Bagdá, Iraque - O Iraque executou na quinta-feira (28/6) 12 jihadistas condenados à morte, informou nesta sexta-feira o gabinete do primeiro-ministro Haider al Abadi em um comunicado, sem revelar as nacionalidades dos extremistas.

Abadi ordenou na quinta-feira a execução imediata de centenas de jihadistas condenados à morte, incluindo mulheres e estrangeiros.

O comunicado informa que os 12 executados tinham sentenças confirmadas, depois que os recursos de apelação foram rejeitados e as penas ratificadas pela presidência.

As execuções, geralmente por enforcamento nos casos de condenados por "terrorismo", aconteceram dois dias depois que as autoridades encontraram os corpos oito iraquianos sequestrados pelo grupo Estado Islâmico (EI).

O grupo extremista divulgou um vídeo que mostrava homens, com ferimentos nos rostos, afirmando que morreriam caso Bagdá não libertasse as mulheres jihadistas detidas.

Mais de 300 mulheres, incluindo uma centena de estrangeiras, foram condenadas à morte no Iraque e várias outras foram sentenciadas à prisão perpétua por adesão ao EI.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade