Publicidade

Correio Braziliense

Cidade espanhola e parque colombiano são Patrimônios da Humanidade

Unesco reconheceu a cidade de Medina Azahara e o parque Chiribuquete com o título


postado em 01/07/2018 14:57

A cidade de Medina Azahara, perto de Córdoba, uma das joias deixadas na Espanha ao longo do período de dominação muçulmana da península ibérica, entre os séculos 8 e 15, e o Parque Nacional de Chiribuquete, nas selvas do sudeste da Colômbia, foram declarados Patrimônios da Humanidade neste domingo (1º/7).

"A cidade de Medina Azahara, na Espanha, acaba de ser inscrita na lista do Patrimônio Mundial da Unesco. Felicidades!", escreveu no Twitter a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, horas antes de anunciar "a nova inscrição na lista do Patrimônio Mundial da Unesco, o Parque Nacional de Chiribiquete", também conhecido como Maloca de Jaguar.

Medina Azahara (em árabe Madinat al Zahra, "a cidade brilhante") é, junto com a Alhambra de Granada, a Mesquita de Córdoba e a Giralda de Sevilla, uma das joias deixadas na Espanha ao longo do período de dominação muçulmana da península ibérica, entre os séculos 8 e 15.

Com uma extensão de 2,7 milhões de hectares que abarcam cinco municípios amazônicos nas regiões de Guaviare e Caquetá, o maior parque natural da Colômbia preserva uma das principais diversidades biológicas do planeta e lugares sagrados para as populações indígenas. 

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, comemorou a declaração e advertiu que seu governo expandirá o território protegido na área.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade