Publicidade

Correio Braziliense

Outro barco humanitário bloqueado em Malta

Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de mil pessoas perderam a vida no mar em 2018 quando tentavam chegar à Europa


postado em 02/07/2018 15:01 / atualizado em 02/07/2018 15:06

Um segundo barco humanitário de uma ONG que resgata migrantes no Mediterrâneo foi bloqueado no porto de Malta, informou nesta segunda-feira a associação alemã Sea-Watch, que fretou a embarcação.


As autoridades maltesas não confirmaram a informação.

O caso é semelhante ao ocorrido na semana passada após a apreensão em Malta do Lifeline, um navio humanitário fretado pela organização alemã de mesmo nome.

A embarcação, que chegou com 233 pessoas a bordo, está bloqueada no cais, enquanto os imigrantes foram distribuídos em centros de recepção para identificação e envio para os oito países dispostos a recebê-los.

Segundo a Sea-Watch, a organização é vítima de uma "campanha política" para impedir o resgate de migrantes por ONGs no Mediterrâneo.

"Enquanto os barcos humanitários permanecem nos cais, as pessoas morrem", denunciou.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) indicou que pelo menos 163 imigrantes morreram em vários naufrágios entre sexta e domingo na costa da Líbia.

Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de mil pessoas perderam a vida no mar em 2018 quando tentavam chegar à Europa.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade