Publicidade

Correio Braziliense

EUA 'não reconhece' anexação da Crimeia pela Rússia

O presidente americano deve participar este mês em uma cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), um âmbito onde a questão da Crimeia continua sendo extraordinariamente sensível


postado em 02/07/2018 19:45

(foto: SAUL LOEB / AFP)
(foto: SAUL LOEB / AFP)

 
O governo dos Estados Unidos "não reconhece" a anexação da Crimeia pela Rússia, assegurou nesta segunda-feira, 2/7, a Casa Branca, afastando, assim, rumores de uma suposta mudança de posição do presidente Donald Trump.

Os Estados Unidos "não reconhecem a tentativa russa de anexar a Crimeia. Concordamos estar em desacordo, e as sanções contra a Rússia permanecerão vigentes até que a Rússia devolva a Crimeia à Ucrânia", disse a porta-voz da Casa Branca Sarah Sanders. 

No contexto do encontro de Trump com o presidente russo, Vladimir Putin, na sexta-feira, 29/6, o líder americano gerou uma tensa expectativa sobre uma eventual mudança de posição sobre a questão da Crimeia.

Ao ser consultado se seu governo estará disposto a reconhecer a anexação, Trump se limitou a responder: "Teremos que ver".

Além disso, o presidente americano deve participar este mês em uma cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), um âmbito onde a questão da Crimeia continua sendo extraordinariamente sensível.

No começo de 2014, com áreas da Ucrânia mergulhadas no caos resultante dos fortes protestos que contribuíram para a queda do presidente pró-russo, tropas de Moscou se apoderaram da Crimeia. Foi convocado um referendo e no dia 18 de março do mesmo ano a Rússia a anexou formalmente a região a seu território. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade