Publicidade

Correio Braziliense

Trump pede ao Congresso que conserte leis migratórias 'insanas'

A esses imigrantes "é preciso dizer 'FORA!', disse o presidente Donald Trump


postado em 05/07/2018 16:49

(foto: Saul Loeb/AFP/Photo)
(foto: Saul Loeb/AFP/Photo)

 
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a pressionar o Congresso nesta quinta-feira (5/7) para que conserte as leis migratórias "insanas", afirmando que é preciso dizer aos imigrantes para irem embora.

Em uma sequência de mensagens no Twitter, o presidente disse que a guarda fronteiriça "está fazendo um bom trabalho, mas as leis com as quais tem que trabalhar são insanas".

"Congresso: consertem as leis migratórias insanas agora mesmo!", acrescentou o presidente.

Em outra de suas mensagens, Trump afirmou que "quando as pessoas, com crianças ou sem crianças, entram em nosso país, é preciso dizer a elas para irem embora sem que nosso país tenha que organizar um longo e custoso processo".

A esses imigrantes "é preciso dizer 'FORA!' e eles têm que ir, da mesma forma como se estivessem parados em nosso jardim", acrescentou.

Apesar de suas reiteradas pressões sobre o Congresso, a Câmara de Representantes não chegou a um consenso e, em junho, não aprovou o projeto de lei de reforma migratória que tinha apoio explícito da Casa Branca.

Esse fracasso se deu, em parte, pela oposição do Partido Democrata, embora também tenha havido um racha na bancada do próprio Partido Republicano, já que um número de legisladores considerou que o projeto de lei não era duro o suficiente.

Entretanto, pouco antes desse naufrágio, Trump assegurou no Twitter que não havia forçado um apoio do Partido Republicano por estar convencido de que o projeto de qualquer forma não seria aprovado no Senado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade