Publicidade

Correio Braziliense

Três caçadores são devorados por leões na África do Sul

Armados com uma espingarda e um machado, os caçadores entraram na reserva de Sibuya na segunda-feira, 2/7, no início da manhã


postado em 05/07/2018 18:38 / atualizado em 05/07/2018 18:43

(foto: Walt Disney Word/Divulgação)
(foto: Walt Disney Word/Divulgação)

 
Joanesburgo, África do Sul - Ao menos três caçadores que perseguiam um grupo de rinocerontes foram devorados por leões em uma reserva particular no sudeste da África do Sul, informou o proprietário da reserva nesta quinta-feira (5/7).

Armados com uma espingarda e um machado, os caçadores entraram na reserva de Sibuya na segunda-feira, 2/7, no início da manhã. No dia seguinte, foram encontrados mortos, com os corpos mutilados, declarou à AFP o proprietário da reserva, Nick Fox.

"Foram encontrados em meio aos leões, um grande grupo aparentemente, e não tiveram muito tempo para reagir", explicou Fox.

"Não sabemos quantos eram (os caçadores), não restou muita coisa deles", continuou, reconhecendo que "encontramos a roupa de três pessoas".

Milhares de rinocerontes são abatidos a cada ano na África, sobretudo por seus chifres, muito apreciados pelos adeptos da medicina tradicional chinesa e vietnamita.

No continente africano, restam 5.000 rinocerontes pretos, 1.900 deles na África do Sul.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade