Publicidade

Correio Braziliense

Irã acha oferta europeia para salvar acordo nuclear insuficiente

Os europeus, a Rússia e a China, pressionados por Teerã para que propusessem medidas concretas para garantir a sobrevivência do acordo sobre o programa nuclear iraniano


postado em 05/07/2018 20:29

O presidente iraniano, Hassan Rohani, considerou que as medidas propostas pelos europeus para compensar os efeitos da retirada dos Estados Unidos do acordo sobre o programa nuclear do Irã não são satisfatórias, informou nesta quinta-feira, 5/7, a agência oficial iraniana Irna.

Em uma conversa telefônica com o presidente francês, Emmanuel Macron, "Rohani declarou que o pacote proposto pela Europa ao Irã para continuar sua cooperação com base no JCPOA [sigla oficial do acordo] não responde a todas as exigências da República Islâmica". 

O presidente iraniano acrescentou que "espera" que a reunião de sexta-feira em Viena dos ministros das Relações Exteriores dos cinco países que permanecem no acordo (Alemanha, China, França, Reino Unido e Rússia) com seu homólogo iraniano "permita satisfazer todas as demandas iranianas para que o país prossiga em sua cooperação com base no acordo", acrescentou a Irna. 

Os europeus, a Rússia e a China, pressionados por Teerã para que propusessem medidas concretas para garantir a sobrevivência do acordo sobre o programa nuclear iraniano e compensar o retorno das sanções americanas, se reunirão nesta sexta-feira, 6/7, na capital austríaca com autoridades iranianas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade