Publicidade

Correio Braziliense

Irã acusa Trump de desestabilizar mercado do petróleo com tuítes

"Todos os dias, Trump publica uma nova mensagem ou faz um novo comentário que provoca preocupação no mercado," disse o ministro iraniano do Petróleo, Bijan Namdar Zanganeh


postado em 07/07/2018 14:12

(foto: AFP / SAUL LOEB )
(foto: AFP / SAUL LOEB )

 

O presidente americano, Donald Trump, "desestabiliza o mercado do petróleo" com seus "comentários e mensagens" no Twitter, acusou neste sábado o ministro iraniano do Petróleo, Bijan Namdar Zanganeh. "Durante esses últimos dias, o preço do petróleo tem variado de acordo com o comportamento de Trump", afirmou Zanganeh em uma rede de televisão estatal iraniana.

"Todos os dias, Trump publica uma nova mensagem ou faz um novo comentário que provoca preocupação no mercado, ou dá ordens muito provocativas aos membros da OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) ou a outros países para aumentar sua produção", acrescentou Zanganeh. "É um insulto a esses países e a sua soberania nacional, e também desestabiliza o mercado", insistiu o ministro.

Em seu último tuíte sobre o mercado de petróleo, Trump assegurou que "o monopólio da OPEP" deveria levar em conta "que os preços dos combustíveis estão aumentando e eles não fazem muito para evitá-lo". Trump já havia insistido no Twitter por um aumento na produção dos países da OPEP.

O presidente americano anunciou na semana passada que a Arábia Saudita concordou em aumentar sua produção de petróleo "talvez em 2 milhões de barris para corrigir a diferença" causada pelas "tensões e disfunções no Irã e na Venezuela".

Após este anúncio, Zanganeh pediu aos países da OPEP "que evitem qualquer medida unilateral" que ameaçaria a unidade desta organização. O Irã e a Arábia Saudita romperam relações diplomáticas em janeiro de 2016.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade