Publicidade

Correio Braziliense

Premiê do Haiti renuncia após protestos por causa do preço da gasolina

Recentemente, ele autorizou um aumento de 51% da gasolina, do diesel e do querosene


postado em 14/07/2018 18:42

(foto: Pierre Michel Jean/AFP)
(foto: Pierre Michel Jean/AFP)
 
O primeiro-ministro do Haiti, Jack Guy Lafontant, renunciou neste sábado (14/7) em meio à escalada de protestos no país por causa do aumento dos preços da gasolina. O pedido de demissão do cargo foi encaminhado ao presidente do país, Jovenel Moïse.

Lafontant é médico, tem 57 anos e assumiu o cargo em março de 2017. Recentemente, por causa de um acordo do país com o Fundo Monetário Internacional (FMI) para melhorar as contas públicas, ele autorizou um aumento de 51% da gasolina, do diesel e do querosene.

A escalada dos preços da gasolina no país se somou à pobreza, à violência e às consequências do terremoto de 2010, o que levou a uma série de atos contra o governo no fim de semana passado. Ao menos sete pessoas morreram e dezenas de estabelecimentos comerciais foram destruídos.

Em meio à onda de protestos, Lafontant suspendeu o aumento dos combustíveis. Mas os atos não cessaram e os parlamentares chegaram a se organizar para votar o impedimento dele.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade