Publicidade

Correio Braziliense

Irã recorre à Corte Internacional de Justiça contra sanções dos EUA

O objetivo da ação é que "os Estados Unidos prestem contas pela reimposição ilegal de sanções unilaterais" contra o país


postado em 17/07/2018 09:28

Teerã, Irã - O Irã apresentou, na Corte Internacional de Justiça (CIJ), uma ação contra os Estados Unidos por terem retomado as sanções econômicas - anunciou o Ministério iraniano das Relações Exteriores nesta terça-feira (17).

"A demanda foi registrada em 16 de julho de 2018" em Haia, indicou o Ministério em sua página on-line.

O objetivo da ação é que "os Estados Unidos prestem contas pela reimposição ilegal de sanções unilaterais" contra o Irã, tuitou o ministro iraniano das Relações Exteriores, Mohamad Javad Zarif.

"Diante do desprezo dos Estados Unidos pela diplomacia e por suas obrigações legais, o Irã está comprometido com a primazia do Direito", acrescentou Zarif.

É "imperativo contrabalançar seu costume de violar o Direito Internacional", completou Zarif, referindo-se aos Estados Unidos.

Irã e Estados Unidos romperam relações diplomáticas em 1980.

Em 8 de maio passado, o presidente americano, Donald Trump, anunciou que os Estados Unidos se retiravam do acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano firmado em 2015 e o reforço das sanções contra Teerã.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade