Publicidade

Correio Braziliense

Putin abrirá 'cidade fechada' onde se fabricou o agente nervoso Novichok

Existem cerca de 40 cidades fechadas na Russia, onde estrangeiros não podem entrar e os cidadãos russos só podem acessar provando laços de parentesco com um morador da cidade


postado em 18/07/2018 13:15

(foto: Yuri Kadobnov/ AFP)
(foto: Yuri Kadobnov/ AFP)
Moscow, Rússia -
A cidade fechada de Chijany, onde os cientistas russos afirmaram ter desenvolvido o Novichok, a substância que segundo Londres foi usada para envenenar o ex-espião Serguei Skripal, será aberta a partir de janeiro de 2019, segundo decreto do Kremlin.

"Vladimir Putin assinou na terça-feira um decreto que suprime o status de entidade administrativa fechada para a nossa cidade", localizada perto do Volga, a 750 km a de Moscou, informou nesta quarta-feira à AFP Yulia Erchova, porta-voz da administração local.

"Nossa fábrica, um ramo do Instituto de Pesquisa do Estado para a Química e Tecnologias Orgânicas com sede em Moscou, continua em funcionamento e não sabemos o que acontecerá após a abertura de Chijany", disse a porta-voz disse, recusando-se a especificar o que o centro produz.

Publicado no site oficial pravo.gov.ru, o decreto presidencial dá seis meses para a administração local preparar a abertura de Chijany, onde vivem 5.500 pessoas.

No total, existem cerca de 40 cidades fechadas na Rússia. O estatuto dessas localidades, cuja localização era secreta durante o período soviético, impõe restrições de acesso, deslocamento e residência.

Obviamente, os estrangeiros não podem entrar nesses locais. E os cidadãos russos só podem acessar provando laços de parentesco com um morador da cidade, que deve, por sua vez, obter uma autorização por escrito de sua administração.

Chijany veio à tona quando dois cientistas russos afirmaram ter trabalhado na cidade no programa Novichok nos anos 70 e 80.

Segundo Londres, foi esse agente nervoso que causou o envenenamento do ex-espião Serguei Skripal e sua filha Yulia no sul da Inglaterra.

No início de julho, um casal britânico foi envenenado a poucos quilômetros do local onde o Skripal foi encontrado inconsciente.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade