Publicidade

Correio Braziliense

China faz apreensão recorde de 156 presas de mamute

A apreensão dessas presas, avaliadas em 106 milhões de iuanes (15,6 milhões de dólares), aconteceu no final de abril no posto fronteiriço de Hulin, no nordeste da China, mas foi anunciada apenas esta semana


postado em 19/07/2018 08:40

Apreensão representa uma descoberta recorde ligada à proibição do comércio de marfim na China(foto: AFP)
Apreensão representa uma descoberta recorde ligada à proibição do comércio de marfim na China (foto: AFP)

 
Pequim, China - Agentes de fronteira na China localizaram 156 presas de mamute em um caminhão procedente da Rússia, o que representa uma descoberta recorde ligada à proibição do comércio de marfim na China.

A apreensão dessas presas, avaliadas em 106 milhões de iuanes (15,6 milhões de dólares), aconteceu no final de abril no posto fronteiriço de Hulin, no nordeste da China, mas foi anunciada apenas esta semana, segundo a imprensa estatal chinesa.

No ano passado, a China proibiu a venda e a transformação de marfim de elefante, depois de declarar sua importação ilegal em 2015. Esta medida fez os traficantes se interessarem pelo marfim de outros animais, incluindo de espécies pré-históricas, como o mamute.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade