Publicidade

Correio Braziliense

Compradores de maconha em farmácias superam 25.000 no Uruguai

As farmácias uruguaias começaram a comercializar a maconha produzida por empresas privadas sob o controle sanitário e de segurança do Estado


postado em 19/07/2018 15:09

Montevidéu, Uruguai - O número de consumidores de maconha que compram a substância produzida legalmente sob controle estatal ultrapassou os 25.000 no Uruguai, segundo dados do Instituto de Regulação e Controle da Cannabis.

Exatamente um ano atrás, em 19 de julho de 2017, as farmácias uruguaias começaram a comercializar a maconha produzida por empresas privadas sob o controle sanitário e de segurança do Estado.

O mecanismo inédito começou com menos de 5.000 cadastrados para comprar a droga que é vendida em farmácias em envelopes de cinco gramas, e um ano depois chega a 25.223 inscritos, segundo os dados mais recentes do IRCCA.

Popularmente conhecida como a "lei da maconha", a iniciativa foi aprovada pelo Parlamento em 2013, durante a administração de José Mujica (2010-2015).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade