Publicidade

Correio Braziliense

Barco Open Arms atraca em Maiorca com migrante e dois cadáveres

O Open Arms e o Astral atracaram no porto da capital do arquipélago das Baleares, escoltados por um barco da Guarda Civil


postado em 21/07/2018 12:14

(foto: Pau Barrena/AFP)
(foto: Pau Barrena/AFP)

 
Palma, Espanha - Dois barcos da ONG espanhola Proactiva Open Arms chegaram em Palma de Maiorca na manhã deste sábado (21) com uma migrante que sobreviveu milagrosamente a um naufrágio e os corpos de uma mulher e um garoto recuperados na terça-feira.

O Open Arms e o Astral atracaram no porto da capital do arquipélago das Baleares, escoltados por um barco da Guarda Civil, por volta das 07h15 GMT (4h15 de Brasília).

A sobrevivente, uma camaronesa de 40 anos chamada Josepha, foi encontrada em hipotermia com outra mulher e um menino mortos nos destroços de uma embarcação inflável na costa da Líbia.

Um carro funerário veio buscar os dois corpos pela manhã, enquanto Josepha foi acolhida por uma equipe da Cruz Vermelha Espanhola, segundo um fotógrafo da AFP.

É para garantir "sua proteção e sua total liberdade para testemunhar" que a ONG escolheu na quarta-feira se dirigir à Espanha, enquanto a Itália disse estar disposta a receber a sobrevivente - mas não os corpos - em Catania (Sicília).

A ONG acusou a Guarda Costeira da Líbia de resgatar os outros migrantes a bordo do barco e de abandonar as duas mulheres e o menino.

A Guarda Costeira da Líbia disse que resgatou 165 migrantes em uma embarcação na mesma área na noite de segunda-feira, mas negou que tivessem deixado qualquer um a bordo.

Após o desembarque em Palma, a ONG espanhola disse que voltaria à Líbia para continuar sua missão. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade