Publicidade

Correio Braziliense

Corpos das últimas vítimas de naufrágio nos EUA são resgatados

Mergulhadores encontraram os corpos das quatro últimas vítimas do naufrágio de um barco anfíbio em um lago no sul do Missouri, nos EUA. O total de mortos no acidente chega a 17


postado em 21/07/2018 15:42 / atualizado em 21/07/2018 15:48

Mergulhadores encontraram os corpos das quatro últimas vítimas do naufrágio de um barco anfíbio em um lago no sul do Missouri, nos EUA. Com o resgate das novas vítimas, o total de mortos no acidente chega a 17 - nove eram membros da mesma família, incluindo crianças. Outras sete pessoas ficaram feridas, quatro delas ainda permanecem hospitalizadas.

 

Segundo as autoridades, o capitão do navio sobreviveu. Ao todo, 24 pessoas estavam a bordo do barco anfíbio na hora do naufrágio. Investigadores estaduais e federais apuram as causas do acidente, considerado o pior do tipo nas últimas duas décadas. Inicialmente, as autoridades acreditam que o navio afundou após enfrentar fortes ventos vindos de uma tempestade de raios que atingiu a região, mas questionam o que barco fazia no lago no momento da chuva.

 

As investigações estão sendo conduzidas pela Guarda Costeira e a Agência Nacional de Segurança em Transportes. A principal causa para o acidente seriam os fortes ventos que chegaram a 119 km/h durante uma tempestade de raios que atingiu a região de Branson, no Missouri, onde ocorreu o naufrágio. O escritório local do Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA afirmou que emitiu alertas sobre a ventania, mas que não tinha como garantir que a condição climática seria suficiente para virar a embarcação.

 

A Ripley Entertainment, proprietária do barco anfíbio que afundou, afirmou que está auxiliando as autoridades nas investigações e frisou, em nota, que se trata do primeiro acidente do tipo em mais de 40 anos de operação. Conhecida como ponto turístico no sul do Missouri, a cidade de Branson foi tomada pelo luto. Duas vigílias em prol das vítimas foram realizadas por cerca de 300 moradores. Os dois senadores do Estado, a democrata Claire McCaskill e o republicano Roy Blunt, também prestaram solidariedade às famílias das vítimas. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade