Publicidade

Correio Braziliense

Deputado sul-coreano suspeito de corrupção comete suicídio

Roh Hoe-chan cumpria seu terceiro mandato como deputado do Partido da Justiça (esquerda)


postado em 23/07/2018 09:16 / atualizado em 23/07/2018 09:32

Roh admitiu ter recebido dinheiro do blogueiro, mas negou qualquer favorecimento político(foto: Yonhap/AFP)
Roh admitiu ter recebido dinheiro do blogueiro, mas negou qualquer favorecimento político (foto: Yonhap/AFP)

 
Seul, Coreia do Sul - Um deputado sul-coreano que estava sendo investigado por corrupção tirou a própria vida - anunciou a Polícia.

Roh Hoe-chan cumpria seu terceiro mandato como deputado do Partido da Justiça (esquerda).

Era suspeito de ter recebido 50 milhões de wones (44.000 dólares) de "Druking", um blogueiro vinculado a inúmeros políticos e atualmente julgado por ter utilizado ilegalmente aplicativos para influenciar a opinião pública no Naver, o principal portal da Coreia do Sul.

É acusado de aumentar artificialmente o número de respostas positivas para comentários postados para apoiar, ou criticar, certos políticos.

Em uma nota que deixou em seu apartamento em Seul, Roh admitiu ter recebido dinheiro do blogueiro, mas negou qualquer favorecimento político, segundo a agência sul-coroana Yonhap.

Alguns meios de comunicação afirmam que o deputado pretendia fazer delações aos investigadores.

Roh, que foi achado morto depois de aparentemente ter se jogado pela janela de seu prédio, fez uma brilhante carreira de advogado especializado em direitos humanos antes de ser eleito em 2004.

A Coreia do Sul tem uma das taxas de suicídio mais altas do mundo, especialmente entre as figuras públicas envolvidas em escândalos.

Em 2009, o ex-presidente Roh Moo-hyun se suicidou quando estava no centro de acusações de corrupção.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade