Publicidade

Correio Braziliense

EUA vão impor 'grandes sanções' à Turquia por prisão de pastor, diz Trump

Autoridades turcas decidiram libertar Brunson da prisão. Ele foi autorizado a voltar para sua casa na costa turca e, segundo seu advogado, pode retornar aos EUA em alguns dias


postado em 26/07/2018 13:25

Trump escreveu ainda que Brunson é um grande cristão, homem de família e maravilhoso ser humano(foto: Saul Loeb/AFP)
Trump escreveu ainda que Brunson é um grande cristão, homem de família e maravilhoso ser humano (foto: Saul Loeb/AFP)

O presidente americano, Donald Trump, escreveu em seu Twitter nesta quinta-feira que os Estados Unidos vão impor "grandes sanções" à Turquia pela "longa detenção" do pastor Andrew Brunson, solto ontem após ser preso em meio à repressão no país euro-asiático na sequência de uma tentativa de golpe em 2016.

Nessa quarta-feira (25/7), autoridades turcas decidiram libertar Brunson da prisão. Ele foi autorizado a voltar para sua casa na costa turca e, segundo seu advogado, pode retornar aos EUA em alguns dias. A decisão vem após esforços do governo americano pela liberação o pastor.

Trump escreveu ainda que Brunson é "um grande cristão, homem de família e maravilhoso ser humano. Ele está sofrendo muito. Esse inocente homem de fé deveria ser solto imediatamente!".

O caso tem sido um agravante nas relações entre Washington e a capital turca Ancara, aliados da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla em inglês). (Com informações da Dow Jones Newswires)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade