Publicidade

Correio Braziliense

Israel construirá novas casas para colonos após ataque mortal

Nesta sexta pela manhã, explodiram confrontos entre palestinos e forças israelenses no povoado de Kobar, ao oeste de Ramallah, local de origem do agressor palestino


postado em 27/07/2018 07:18

(foto: Abbas Momani/AFP)
(foto: Abbas Momani/AFP)

 
Jerusalem - O ministro israelense da Defesa, Avigdor Lieberman, anunciou nesta sexta-feira (27/7) a construção de 400 casas na colônia da Cisjordânia ocupada, onde um israelense morreu na véspera nas mãos de um agressor palestino.

"A melhor resposta ao terrorismo é o reforço dos assentamentos", disse Lieberman no Twitter, ao anunciar a construção de 400 casas na colônia de Adam, perto de Ramallah, no norte da Cisjordânia.

Na quinta-feira à noite, um palestino de 17 anos se infiltrou nessa colônia e atacou um grupo de israelenses com uma faca. Um deles, Yotam Ovadia, de 31 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu à noite, enquanto outros dois israelenses ficaram feridos.

Um dos três israelenses atacados atirou contra o palestino Mohamed Dar Yusef, que morreu.

Nesta sexta pela manhã, explodiram confrontos entre palestinos e forças israelenses no povoado de Kobar, ao oeste de Ramallah, local de origem do agressor palestino.

O movimento islamista Hamas, no poder na Faixa de Gaza, classificou nesta sexta o ataque como uma "operação corajosa resultado dos crimes diários da ocupação israelense".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade