Publicidade

Correio Braziliense

Dois bombeiros morrem em incêndio florestal da Califórnia

O ano de 2017 foi o pior em termos de incêndios florestais na Califórnia, com mais de 40 mortes e 9.000 edifícios destruídos


postado em 27/07/2018 20:52

O ano de 2017 foi o pior em termos de incêndios florestais na Califórnia, com mais de 40 mortes e 9.000 edifícios destruídos(foto: Josh Edelson/AFP)
O ano de 2017 foi o pior em termos de incêndios florestais na Califórnia, com mais de 40 mortes e 9.000 edifícios destruídos (foto: Josh Edelson/AFP)

 
Dois bombeiros morreram em um incêndio florestal no norte da Califórnia, que levou à evacuação dos residentes, informaram as autoridades à AFP nesta sexta-feira (27/7).

"Dois bombeiros morreram no incêndio Carr: um terceirizado que estava operando um trator de esteira morreu ontem (quinta-feira) à tarde e um bombeiro da cidade de Redding durante a noite", disse um porta-voz do Departamento de Proteção Florestal e contra Incêndios da Califórnia (Calfire).

Bret Gouvea, um comandante do Calfire, já havia confirmado a morte do operador do trator. 

O incêndio "Carr", que começou nos arredores da cidade de Redding, de cerca de 90.000 habitantes, ultrapassou um rio na quinta-feira à noite, 26/7, e havia sido contido em apenas 3%, de acordo com as autoridades. 

"O fogo está se movendo tão rápido que estamos fazendo as evacuações o mais rápido que conseguimos", disse o porta-voz do departamento Scott McLean, que indicou que "alguns civis e bombeiros ficaram feridos". 

Ao menos 65 estruturas foram totalmente incineradas pelas chamas, que já reduziram a cinzas mais de 18.000 hectares, disseram as autoridades. 

"O fogo se tornou muito ativo durante a noite" e aproximadamente 1.750 bombeiros "continuam trabalhando intensamente para construir linhas de contenção" em volta das chamas, indicou o Calfire, acrescentando que espera-se que o clima quente e seco se mantenha.

Outro bombeiro morreu há vários dias em outro incidente, o incêndio de Ferguson, que invadiu o Parque Nacional de Yosemite, no centro da Califórnia.

O ano de 2017 foi o pior em termos de incêndios florestais na Califórnia, com mais de 40 mortes e 9.000 edifícios destruídos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade