Publicidade

Correio Braziliense

Israel se declara satisfeita com recentes vitórias de Assad na Síria

O ministro israelense da Defesa, Avigdor Lieberman reiterou que o território sírio não deve ser usado como posto avançado iraniano contra o Estado de Israel


postado em 02/08/2018 08:46

(foto: Mikhail Klimentyev/AFP)
(foto: Mikhail Klimentyev/AFP)
Jerusalém - As recentes vitórias na Síria por parte do governo de Bashar al-Assad têm vantagens para Israel, que não pretende intervir no conflito - garantiu nesta quinta-feira (2/8) o ministro israelense da Defesa, Avigdor Lieberman.

"Na Síria, do nosso ponto de vista, a situação volta a ser a que prevalecia antes da guerra civil [em 2011], ou seja, que está claro a quem se dirigir, há alguém que é responsável e há um poder central", afirmou Lieberman durante uma visita a instalações de defesa antiaérea no norte de Israel.


Entre eles, o ministro mencionou "o respeito dos acordos de separação de 1974" que estabelecem uma zona desmilitarizada nas Colinas de Golã, em grande parte ocupados por Israel.

ONU e Síria consideram ilegal a ocupação israelense.

Lieberman reiterou, por sua vez, que "o território sírio não deve ser usado como posto avançado iraniano contra o Estado de Israel", nem servir de lugar de trânsito para as "armas destinadas ao Hezbollah no Líbano".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade