Publicidade

Correio Braziliense

Jovem austríaco detido nos EUA por relações sexuais com menor é solto

A prisão do jovem comoveu a Áustria, onde uma campanha foi organizada para arrecadar a quantia necessária para pagar a fiança e assegurar sua defesa


postado em 10/08/2018 11:35

Viena, Áustria - O adolescente austríaco detido na Flórida por ter mantido relações sexuais com uma jovem de 15 anos que conheceu na internet foi colocado em liberdade com uma fiança de 200 mil dólares, anunciou nesta sexta-feira (10/8) o ministério austríaco das Relações Exteriores.

A prisão do jovem, identificado apenas como Leo e que completou 18 anos em junho, comoveu a Áustria, onde uma campanha foi organizada para arrecadar a quantia necessária para pagar a fiança e assegurar sua defesa.

"Estamos muito felizes com a libertação deste austríaco e com o fato de estar sob o cuidado de seus pais", afirmou o porta-voz do ministério, Thomas Schnöll.

Apesar da liberdade, Leo não pode sair do condado de Orange, na Flórida, nem entrar em contato com a adolescente americana. Sob controle judicial, permanecerá sob a responsabilidade de seus pais e deverá comparecer no dia 14 de setembro ao tribunal de Sarasota.

Leo, um estudante austríaco que viajou aos Estados Unidos para conhecer a adolescente com a qual mantinha uma relação apaixonada nas redes sociais, foi detido em 30 de julho em Venice (Flórida), após uma queixa da mãe da jovem sobre seu desaparecimento.

Detido por quatro horas sem advogado ou intérprete, permaneceu encarcerado em Sarasota, onde foi agredido por outro detento, segundo a imprensa austríaca.

A detenção provocou uma forte incompreensão na Áustria, onde as relações sexuais com um adulto são toleradas a partir dos 14 anos desde que não aconteçam em um contexto de coerção ou de uma relação desigual. Na Flórida, uma relação sexual com alguém menor de 16 anos pode resultar em penas de prisão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade