Publicidade

Correio Braziliense

Casa Branca diz que sanções da Turquia são 'lamentáveis'

A Casa Branca lamenta as tarifas impostas pela Turquia sobre vários produtos americanos em represália a medidas similares que Washington tomou contra Ancara


postado em 15/08/2018 18:07

A porta-voz da Casa Branca diz que as tarifas impostas pela Turquia são uma represália(foto: AFP)
A porta-voz da Casa Branca diz que as tarifas impostas pela Turquia são uma represália (foto: AFP)
 
Washington, Estados Unidos - A Casa Branca disse nesta quarta-feira (15) que as tarifas impostas pela Turquia sobre vários produtos americanos em represália a medidas similares que Washington tomou contra Ancara são "lamentáveis", e voltou a exigir a libertação do pastor Andrew Brunson.

"As tarifas da Turquia são lamentáveis e significam um passo na direção errada", disse a porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders.

Os Estados Unidos defenderam um arsenal de sanções comerciais que fizeram a divisa turca despencar e levaram as agências reguladoras do país a limitar o fluxo financeiro para evitar a fuga de capitais.


A assessora acrescentou que mesmo que Andrew Brunson seja libertado as tarifas sobre o aço turco anunciadas pelo presidente Donald Trump na semana passada serão mantidas. Sanders lamentou que a Turquia tenha tratado Brunson, "muito injustamente e de maneira muito ruim".

Um tribunal turco rejeitou nesta quarta-feira um recurso em que Brunson, detido no final de 2016, pedia a suspensão da prisão domiciliar da qual é alvo e da proibição de sair do território. As autoridades turcas o acusam de espionagem e de atividades "terroristas".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade