Publicidade

Correio Braziliense

Mulher obriga filhos a gravar despedida e, em seguida, os mata enforcados

Caso ocorreu na Bolívia e chocou o país. A mulher tentou se matar tomando veneno, mas sobreviveu e está em uma UTI


postado em 16/08/2018 13:22

(foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press )
(foto: Lucas Pacífico/CB/D.A Press )
La Paz, Bolívia — Uma jovem mãe que matou seus três filhos filhos enforcados com uma corda os obrigou a gravar mensagens de despedida antes do crime. Em seguida, ela se envenenou, mas, diferentemente das crianças, não morreu. Ela agora está em uma unidade de tratamento intensivo, declarou nesta quinta-feira (16/8) a polícia, em um caso que consternou os bolivianos.

A mulher, de 25 anos, teria enforcado na terça-feira à noite seus filhos de 1, 4 e 7 anos, aparentemente agoniada por desavenças familiares, disse Oscar Vera, promotor de Cochabamba (centro), cidade onde ocorreu o homicídio, citado pelo site do jornal Los Tiempos.

Aparentemente o marido da mulher saiu para beber no fim de semana, "ação que incomodou a parceira, razão pela qual decidiu enforcar seus filhos e depois tentou se matar", explicou o coronel Johnny Corrales, chefe regional da polícia, ao mesmo meio de comunicação.

Vera acrescentou que "temos conhecimento de que existe um vídeo no qual as crianças se despedem de seu pai". O relato do médico legista assinalou que os três "faleceram de asfixia mecânica por estrangulamento".

A mãe das crianças, que deixou um texto no qual se queixa de maus-tratos por seu marido, ainda não testemunhou ante a polícia porque está em tratamento intensivo. O pai foi preso preventivamente para ser investigado.

O Ministério Público reportou há pouco ter atendido 37 casos de infanticídio durante o primeiro semestre do ano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade