Publicidade

Correio Braziliense

Forte terremoto de 7,3 graus sacode norte da Venezuela

O epicentro do sismo foi situado a 400 km de Caracas


postado em 21/08/2018 20:28

Os venezuelanos tiveram que evacuar os prédios por causa do abalo sísmico(foto: Federico Parra / AFP)
Os venezuelanos tiveram que evacuar os prédios por causa do abalo sísmico (foto: Federico Parra / AFP)
Caracas, Venezuela - Um forte terremoto sacudiu na tarde desta terça-feira (21/8) a Venezuela, provocando pânico na população, sem que até o momento tenham sido reportadas vítimas ou danos.

De acordo com a Fundação Venezuelana de Pesquisas Sismológicas (FUNVISIS), o tremor foi registrado às 17H31 locais (18H31 de Brasília), quando milhares de pessoas saíam do trabalho. Segundo o instituto de sismologia local, o tremor atingiu magnitude 6,3 na escala Richter, enquanto o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS) atribuiu ao terremoto magnitude 7,3.

O epicentro foi situado 19 km a sudeste de Yaguaraparo, estado de Sucre, 400 km a leste de Caracas. A FUNVISIS informou que a profundidade foi de 0,1 km. Já o USGS comunicou uma profundidade de 123,2 km.

"Foi sentido em vários estados do país (...). A esta hora não há notícias de vítimas. Estamos fazendo uma avaliação de danos", declarou o ministro do Interior, general Néstor Reverol.

As redes sociais foram inundadas por mensagens de alarme, especialmente de habitantes da região de Caracas, pouco habituada a este tipo de fenômeno. Na zona da capital vivem cerca de quatro milhões de pessoas.

"Fazemos um apelo à calma. Temos ativadas as equipes de avaliação de riscos", declarou Reverol em mensagem na TV estatal.

Os dois últimos terremotos fortes na Venezuela foram registrados em 29 de julho de 1967, de magnitude 6,7 em Caracas, com mais de 200 mortos, e 9 de julho de 1997, de 7 graus, em Cariaco (Sucre), com 73 mortos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade