Publicidade

Correio Braziliense

Embarcações japonesas capturam 177 baleias durante campanha no Pacífico

O Japão mantém a caça às baleias como parte de uma "pesquisa científica", mas deve apresentar durante Comissão Baleeira Internacional (CBI) uma demanda para para a retomada parcial da caça comercial.


postado em 22/08/2018 08:11

Noruega e Islândia são os únicos países que praticam abertamente a caça das baleias com fins comerciais. No caso da Dinamarca a caça é
Noruega e Islândia são os únicos países que praticam abertamente a caça das baleias com fins comerciais. No caso da Dinamarca a caça é "parte da cultura secular" (foto: Divulgação/ONG Sea Shepherd )
Tóquio, Japão -  As embarcações de caça japonesas capturaram 177 baleias em uma expedição de três meses no Oceano Pacífico, organizada apesar das críticas internacionais.O Japão, que mantém a caça às baleias como parte de um programa de "pesquisa científica", defende há vários anos uma flexibilização da moratória internacional instaurada em 1986.

As autoridades japonesas devem apresentar uma demanda para a retomada parcial da caça comercial na próxima reunião da Comissão Baleeira Internacional (CBI), prevista para setembro no Brasil.

Durante a missão de 98 dias no Pacífico, três baleeiros capturaram 43 baleias minke e 134 do tipo sei, anunciou a Agência de Pesca japonesa.
"Os dados serão analisados e apresentados ao comitê científico da CBI, o que permitirá melhorar os conhecimentos científicos para a conservação e a gestão dos recursos cetáceos", afirmou a agência em um comunicado.

O Japão tenta provar que a população de baleias é suficientemente importante para permitir uma retomada da caça comercial. Noruega e Islândia são os únicos países que praticam abertamente a caça das baleias com fins comerciais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade