Publicidade

Correio Braziliense

EUA preocupados com tratamento que a China dá aos jornalistas

De acordo com a embaixada dos Estado Unidos, a China dificultado o exercício dos jornalista, com atraso de concessão de vistos e restrição de movimento em alguns locais


postado em 24/08/2018 11:35

Pequim, China - Os Estados Unidos estão muito preocupados com o tratamento que a China dá jornalistas, afirmou nesta sexta-feira (24/8) a embaixada dos Estados Unidos, depois de Pequim se recusou a renovar o visto de uma repórter americana. 

Megha Rajagopalan, correspondente do site americano BuzzFeed em Pequim, viveu na China há seis anos. A jornalista cobriu principalmente o reforço draconiano de medidas de segurança em Xinjiang (noroeste), uma região atingida frequentemente por atentados.  As autoridades chinesas atribuem a autoria desses ataques a extremistas islâmicos ou "separatistas". 

"Os Estados Unidos estão muito preocupados com o fato de que os jornalistas chineses locais e estrangeiros continuam a enfrentar restrições excessivas que impedem a sua capacidade para realizar seu trabalho", afirmou a embaixada dos Estados Unidos em Pequim, em resposta a uma pergunta da AFP.  A embaixada também denunciou os atrasos nos procedimentos de concessão de vistos para jornalistas estrangeiros ou restrições a seu movimento para certos lugares. 

"No que diz respeito aos assuntos internos da China, a embaixada dos Estados Unidos deve saber que é preciso respeitar a Convenção de Viena e não se envolver em atividades que ultrapassam seus poderes", disse nesta sexta Lu Kang, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, durante uma coletiva de imprensa.

Megha Rajagopalan indicou em sua conta no Twitter que ela não sabia claramente por que as autoridades não renovaram seu visto.  Segundo ela, o Ministério das Relações Exteriores da China explicou que se tratava de um "problema processual". 

O Clube de Correspondentes Estrangeiros da China disse na quarta-feira que pediu ao ministro esclarecimentos "sobre o raciocínio que levou à expulsão de fato" de Rajagopalan do território chinês.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade