Publicidade

Correio Braziliense

Vaticano diz para não esperarem 'mudança cultural' durante visita do Papa

O porta-voz do Vaticano reconheceu nesta sexta-feira que é difícil mudar "uma cultura" de abusos, por ocasião da curta viagem que o papa Francisco fará à Irlanda


postado em 24/08/2018 20:07

A viagem do papa argentino no sábado e domingo a Irlanda servirá para encerrar o Encontro mundial das Famílias, mas os escândalos sexuais provavelmente dominarão sua presença(foto: AFP)
A viagem do papa argentino no sábado e domingo a Irlanda servirá para encerrar o Encontro mundial das Famílias, mas os escândalos sexuais provavelmente dominarão sua presença (foto: AFP)
 
Londres, Reino Unido - O porta-voz do Vaticano reconheceu nesta sexta-feira que é difícil mudar "uma cultura" de abusos, por ocasião da curta viagem que o papa Francisco fará à Irlanda, em pleno escândalo pelos casos de pedofilia.

"Há evidentemente um problema cultural. Na Igreja, mas não apenas nela, vemos muito isso na sociedade. É um problema cultural e a Igreja assumirá sua responsabilidade, são pecados muito graves", declarou Greg Burke à rede pública irlandesa RTE, em referência aos abusos sexuais.

O porta-voz destacou que será difícil que Francisco possa oferecer uma resposta exaustiva durante sua viagem do fim de semana à Irlanda. "Acredito que com apenas 36 ou 32 horas é difícil mudar uma cultura", disse.

"Acredito que a primeira coisa que o papa fará é reconhecer (o problema)", acrescentou. "Assim que passar à ação, ocorrerá. Mas não será algo de um dia para o outro".

A viagem do papa argentino no sábado e domingo a Irlanda servirá para encerrar o Encontro mundial das Famílias, mas os escândalos sexuais provavelmente dominarão sua presença. Desde 2002, mais de 14.500 pessoas se declararam vítimas de abusos sexuais cometidos por religiosos na Irlanda.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade