Publicidade

Correio Braziliense

Japão: Quer orçamento recorde por ameaças da Coreia do Norte e China

No relatório do Ministério da Defesa japonês, divulgado nesta sexta-feira, o país considera que a Coreia do Norte como uma ameaça grave e eminente além de demostrar preocupação com as ambições militares e navais da China.


postado em 31/08/2018 07:32

 
Tóquio, Japão - O ministério japonês da Defesa solicitou nesta sexta-feira (31/8) um orçamento recorde para o próximo ano, com o objetivo de fortalecer a Força Aérea e o escudo antimísseis ante as persistentes ameaças da Coreia do Norte e da China.

A pasta solicita 5,3 trilhões de ienes (47 bilhões de dólares) para o período entre abril de 2019 e março de 2020, o que representa um avanço de 2,1% e o sétimo aumento anual consecutivo. O Japão quer utilizar a verba para instalar um sistema terrestre de interceptação de mísseis Aegis Ashore em dois pontos, para cobrir o conjunto do país.

Também deseja comprar seis caças F-35 adicionais e dois aviões de vigilância Hawkeye, assim como aumentar em 30 pessoas o número de oficiais da Patrulha Aérea, que atualmente tem 830 integrantes. Em seu relatório anual, publicado esta semana, o ministério da Defesa considera que a Coreia do Norte continua representando "uma ameaça grave e iminente", apesar dos avanços diplomáticos dos últimos meses.

O Japão reafirmou ainda a "grande preocupação" com as ambições militares e navais da China.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade