Publicidade

Correio Braziliense

Ministro francês diz que al-Assad venceu guerra, mas não a paz

Ele ameaçou retaliação caso al-Assad utilize armas químicas em uma iminente batalha na cidade de Idlib, no noroeste da Síria


postado em 02/09/2018 10:09 / atualizado em 02/09/2018 11:56

O ministro de Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, disse que o presidente sírio, Bashar al-Assad, "venceu a guerra, mas não venceu a paz" e ameaçou retaliar caso al-Assad ceda à "tentação" de usar armas químicas em uma iminente batalha na cidade de Idlib, no noroeste da Síria.

O político francês defendeu que mesmo que forças do regime de al-Assad tomem Idlib de rebeldes, isso não resolverá os problemas que desencadearam a guerra, há sete anos.

Le Drian também afirmou que vai pressionar por uma solução na Síria durante a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e que mantém conversas com a Rússia, a Turquia e o Irã para que usem sua influência com o líder sírio para garantir as negociações políticas após o fim da guerra.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade