Publicidade

Correio Braziliense

Presidente das Filipinas se desculpa por insultar Obama em 2016

Duterte insultou Obama em declarações à imprensa de seu país em meio às críticas feitas naquele momento pelos EUA, entre outros países, sobre as execuções extrajudiciais em sua guerra contra as drogas.


postado em 03/09/2018 08:10

Jerusalém - O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, pediu desculpas ao ex-presidente americano Barack Obama pelo insultos que proferiu em 2016, um episódio que deteriorou as relações entre ambos os países.

Duterte insultou Obama em declarações à imprensa de seu país em meio às críticas feitas naquele momento pelos EUA, entre outros países, sobre as execuções extrajudiciais em sua guerra contra as drogas.

Embora já tenha se desculpado há dois anos, Duterte disse, em sua viagem a Israel, que as relações com Washington melhoraram desde a chegada de Donald Trump ao poder, a quem classificou de "bom amigo" e afirmou que estão em sintonia. "Também seria apropriado dizer neste momento, a Obama, que agora é um civil e lamento ter pronunciado essas palavras", disse Duterte no domingo, em um discurso para filipinos em Israel.

"Se você é capaz de perdoar, então, perdão. Eu o perdoei, assim como as minhas namoradas quando ainda estava solteiro... Eu as perdoei também", acrescentou o presidente filipino.

Duterte chegou a Israel no domingo para uma visita de quatro dias. Manila busca diversificar o fornecimento de armas militares e obter garantias para os direitos dos filipinos que trabalham no exterior.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade