Publicidade

Correio Braziliense

Reino Unido acusa russos de tentativa de homicídio em envenenamento de ex-espião

O ex-espião russo Sergei Skripal e sua filha Yulia sofreram tentativa de homicídio em março, na cidade inglesa de Salisbury.


postado em 05/09/2018 07:54 / atualizado em 05/09/2018 08:29

O Serviço de Promotoria da Coroa do Reino Unido (CPS, na sigla em inglês) denunciou dois cidadãos da Rússia nesta quarta-feira (5/9) por tentativa de homicídio no caso do envenenamento do ex-espião russo Sergei Skripal e de sua filha Yulia na cidade inglesa de Salisbury, em março.

Os dois homens foram identificados pelas autoridades britânicas como Alexander Petrov e Ruslan Boshirov e denunciados por conspiração para assassinar Skripal, que morava no Reino Unido desde uma troca de espiões com Moscou em 2010, e pelo uso e pela posse da substância neurotóxica Novichok, além da tentativa de homicídio contra o ex-agente de inteligência, sua filha e o policial Nick Bailey, também exposto à toxina.

Londres disse que não buscaria a extradição do par de acusados, uma vez que a constituição russa proíbe o procedimento, mas obteve um mandado europeu de prisão contra eles, o que prevê a sua detenção se pisarem na União Europeia. (Dow Jones Newswires)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade