Publicidade

Correio Braziliense

Ações da Tesla caem após Elon Musk aparecer fumando maconha

Entre duas perguntas, o CEO da Tesla bebeu um copo de uísque e experimentou um cigarro que o anfitrião lhe ofereceu. "Não fumo maconha quase nunca", disse


postado em 07/09/2018 16:31 / atualizado em 07/09/2018 17:18

O bilionário de 47 anos deu uma entrevista de quase duas horas ao comediante Joe Rogan(foto: Reprodução/Twitter)
O bilionário de 47 anos deu uma entrevista de quase duas horas ao comediante Joe Rogan (foto: Reprodução/Twitter)


Nova York, Estados Unidos -
Elon Musk, o carismático CEO da Tesla, chocou o público ao dar uma entrevista confusa, na qual bebeu uísque e fumou maconha. Ele despertou novas dúvidas sobre sua capacidade de comandar a montadora de veículos elétricos, em um momento crucial de sua trajetória. 

Ao mesmo tempo, a saída de diretores da empresa continua, com a partida, nesta semana, do chefe de contabilidade - apenas um mês depois de chegar - e da diretora de RH. Em Wall Street, a ação perdia cerca de 7% nesta tarde, a 252,24 dólares, seu valor mais baixo em cinco meses.

Na noite de quinta-feira (6/8), o bilionário de 47 anos deu uma entrevista de quase duas horas ao comediante Joe Rogan. Cerca de 90 mil pessoas acompanharam a transmissão ao vivo no YouTube. "Não acho que você necessariamente iria querer ser eu. Você não gostaria tanto assim", afirmou.  "Essa entrevista traz à tona questões adicionais sobre o discernimento de Elon Musk", avaliou o site de informações financeiras The Street.com.

Em agosto, Elon Musk tinha revelado seu estado de fadiga extrema e estresse em uma entrevista ao New York Times, que descreveu que ele passou "do riso às lágrimas" durante a conversa. 
"Pode parecer besteira, mas o amor é a resposta. Passe mais tempo com seus amigos e menos nas redes sociais", afirmou o usuário assíduo do Twitter nesta quinta. 

Entre duas perguntas, o CEO da Tesla bebeu um copo de uísque e experimentou um baseado que o anfitrião lhe ofereceu. "Não fumo maconha quase nunca", disse. "Não acho muito bom para a produtividade. É como o contrário de uma xícara de café". 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade