Publicidade

Correio Braziliense

É melhor sair sem acordo que ficar preso à UE, diz ministro do Reino Unido

Dominic Raab afirmou aos membros do governista Partido Conservador que a UE busca aprisionar o país, mantendo-o na união alfandegária, o que não deixa alternativa a não ser partir sem um acordo.


postado em 01/10/2018 07:26 / atualizado em 01/10/2018 08:07

(foto: Oli SCARFF / AFP)
(foto: Oli SCARFF / AFP)

Secretário do Reino Unido encarregado da separação do país da União Europeia, o chamado Brexit, Dominic Raab advertiu nesta segunda-feira (1/10) que é melhor deixar o bloco sem um acordo que continuar aderindo às regras e obrigações da UE. Raab afirmou aos membros do governista Partido Conservador que a UE busca "aprisionar" o país, mantendo-o na união alfandegária, o que "não nos deixará alternativa a não ser partir sem um acordo".


Há uma divisão no Partido Conservador, que realiza conferência anual na cidade inglesa de Birmingham. Muitos congressistas da sigla desejam manter laços próximos com a UE após a saída do Reino Unido, prevista para março. Grandes grupos empresariais também querem a proximidade, temendo barreiras ao comércio e para trabalhadores, o que poderia prejudicar a economia nacional.

O secretário do Tesouro, Phillip Hammond, usará seu discurso nesta segunda-feira para ressaltar que os conservadores são o partido dos negócios e da economia. A premiê Theresa May, porém, enfrenta a crescente ameaça de um desafio ao seu comando, em meio à oposição contra o plano dela para o Brexit e ao crescente apoio a uma segunda votação popular sobre a saída do bloco europeu. Os líderes da UE também não aceitam o plano de May, acusando o governo de Londres de buscar os benefícios de ser parte da UE, mas sem querer arcar com os custos e responsabilidades. Fonte: Associated Press.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade