Publicidade

Correio Braziliense

Príncipe saudita assegura a Trump que seu país 'paga' por armas americanas

O príncipe herdeiro Mohammed bin Salman disse que seu país "paga" pelas armas que os EUA lhe fornece, depois que Trump afirmou defender nações petroleiras "para nada"


postado em 05/10/2018 19:37

"Consideramos que pagamos por todas as armas que temos dos Estados Unidos, não são armas gratuitas", declarou o príncipe herdeiro (foto: Reprodução )
 
Riade, Arábia Saudita - O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, assinalou em entrevista publicada nesta sexta-feira (5) pela agência Bloomberg que seu país "paga" pelas armas que os Estados Unidos lhe fornece, depois que Donald Trump afirmou defender nações petroleiras "para nada".

"Defendemos muitas dessas nações para nada e elas aproveitam para impor a nós preços de petróleo mais elevados", declarou o presidente americano na Assembleia Geral da ONU na semana passada, em uma crítica que parecia ir diretamente contra os países do Golfo, incluindo seu grande aliado saudita.

"Consideramos que pagamos por todas as armas que temos dos Estados Unidos, não são armas gratuitas", declarou o príncipe herdeiro aos jornalistas da Bloomberg na quarta-feira em Riad. "Compramos tudo com dinheiro", insistiu.

Contudo, minimizou as diferenças com o presidente americano. "Devemos aceitar que qualquer amigo diz coisas positivas e negativas. Podemos ter mal-entendidos e colocamos (essas declarações) nesta categoria", acrescentou, assinalando que "adora trabalhar" com Donald Trump.

Em 20 de setembro, Trump havia insistido com a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep), da qual a Arábia Saudita é um pilar, que diminuísse "agora" os preços do petróleo, o que não impediu que o barril continuasse aumentando.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade