Publicidade

Correio Braziliense

Turquia quer revistar consulado saudita após desaparecimento de jornalista

O pedido foi transmitido ao embaixador saudita em Ancara, convocado pela segunda vez ao ministério das Relações Exteriores turco, segundo o canal privado.


postado em 08/10/2018 09:23

(foto: OZAN KOSE / AFP)
(foto: OZAN KOSE / AFP)
 
Ancara, Turquia - As autoridades turcas pediram para revistar o consulado saudita em Istambul, quase uma semana depois do desaparecimento do jornalista Jamal Khashoggi, que não deu notícias desde que se apresentou na representação diplomática, informou nesta segunda-feira a rede NTV.

O pedido foi transmitido ao embaixador saudita em Ancara, convocado pela segunda vez ao ministério das Relações Exteriores turco, segundo o canal privado.

"Foi-lhe transmitido que esperamos sua total cooperação nesta investigação", disse uma fonte do ministério, citada pela emissora e que pediu anonimato.

Riad diz que o jornalista, crítico do regime saudita e que escrevia para o Washington Post, foi ao consulado para um procedimento administrativo, mas que depois deixou o local.

Ancara afirma o contrário, enquanto outras fontes do governo acreditam que ele foi morto dentro do consulado.

O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, falou pela primeira vez no domingo sobre este caso e disse que aguardaria o resultado da investigação antes de se pronunciar. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade