Publicidade

Correio Braziliense

Governos regionais da China estouram cota de emissão de bônus de infraestrutura

O salto veio após o Ministério de Finanças convocar em agosto os governos locais a completar o grosso de suas emissões de bônus até o fim de setembro.


postado em 17/10/2018 09:35 / atualizado em 17/10/2018 09:57

(foto: Nicolas ASFOURI / AFP)
(foto: Nicolas ASFOURI / AFP)
 

Os governos regionais na China turbinaram emissões de bônus especiais para financiamento de projetos de infraestrutura, excedendo um teto estipulado este ano por Pequim, em meio a esforços intensificados para estimular o crescimento econômico.

Nos primeiros nove meses do ano, os comandos locais venderam 1,764 trilhão de yuans nos chamados bônus de propósito especial, informou o Ministério de Finanças nesta quarta-feira (17/10). A pasta havia imposto uma cota de 1,35 trilhão de yuans para esses papéis em 2018, de acordo com o relatório orçamentário anual divulgado em março.

"É muito raro que a emissão de bônus por governos regionais de fato exceda a cota", disse o economista da Founder Securities Yang Weixiao. Mesmo após levar em conta os títulos que já venceram, ele reafirma que a emissão líquida permanece grande.

O salto veio após o Ministério de Finanças convocar em agosto os governos locais a completar o grosso de suas emissões de bônus até o fim de setembro. Ao longo dos primeiros sete meses do ano, a emissão total desses papéis foi de 563,2 bilhões de yuans.

O investimento em ativos fixos fora de domicílios rurais, um medidor da atividade de construção, cresceu 5,3% no período entre janeiro e agosto em relação a igual intervalo em 2017, no ritmo mais lento desde 1992, o primeiro ano da série histórico de acordo com o Wind Info. (Dow Jones Newswires)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade