Publicidade

Correio Braziliense

Médico acusado de estupro é alvo de novas denúncias

A denúncia se baseou em vídeos encontrados no celular do médico, que pagou fiança no valor de um milhão de dólares para continuar em liberdade


postado em 17/10/2018 18:19

Grant Robicheaux e sua namorada voltaram a ser alvos de novas denúncias de estupro(foto: Reprodução )
Grant Robicheaux e sua namorada voltaram a ser alvos de novas denúncias de estupro (foto: Reprodução )
 
Los Angeles, Estados Unidos - Um médico americano e sua namorada, acusados de abusar sexualmente de duas mulheres, voltaram a ser alvos de novas denúncias de estupro.

A promotoria do condado de Orange denunciou Grant Robicheaux, um cirurgião ortopédico de 38 anos, que participou de um programa de 'reality show', de drogar e violentar outras cinco vítimas.

A denúncia se baseou em vídeos encontrados no celular do médico, que pagou fiança no valor de um milhão de dólares para continuar em liberdade.

Sua namorada, Cerissa Riley, de 31 anos, que pagou fiança em valor similar, é vinculada a três destes crimes.

Robicheaux - que participou de um reality show há quatro anos intitulado "Online Dating Rituals of the American Male", que em português seria algo como "Rituais do macho americano para conseguir namoros on-line" - e Riley foram acusados em 11 de setembro de violentar duas mulheres usando narcóticos e de tráfico de narcóticos legais, entre outras acusações.

Os promotores afirmam que o casal, que nega as acusações, se aproveitava da boa aparência para atrair suas vítimas a bares e restaurantes e levá-las ao apartamento do médico, onde ocorriam os abusos.

As autoridades informaram ter encontrado no celular de Robicheaux uns 1.000 vídeos de mulheres nuas ou parcialmente vestidas e em diferentes estados de consciência, enquanto sofriam os abusos.

A Justiça informou que depois de tornar pública a primeira acusação, recebeu dezenas de telefonemas de possíveis vítimas, que levaram à nova acusação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade