Publicidade

Correio Braziliense

The Washington Post publica 'última' coluna de Jamal Khashogg

Segundo funcionários turcos, o jornalista crítico do poderoso príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, foi assassinado no consulado por agentes de Riad.


postado em 18/10/2018 10:43

 
Washington, Estados Unidos - Duas semanas após seu desaparecimento, The Washington Post publicou nesta quarta-feira (17/10) o que parece ser a "última" coluna do jornalista Jamal Khashoggi, na qual escreve sobre a importância da liberdade de imprensa no mundo árabe.

Falta um foro deste tipo, disse Khashoggi, que colaborava com o Post e residia nos Estados Unidos. "O mundo árabe enfrenta sua própria versão de uma Cortina de Ferro, imposta não por atores externos, mas através de forças domésticas que competem por poder", escreveu Khashoggi.

"O mundo árabe precisa de uma versão moderna dos antigos meios transnacionais para que seus cidadãos possam estar informados sobre os eventos mundiais, e mais importante ainda: devemos proporcionar uma plataforma para as vozes árabes".

"Através da criação de um foro internacional independente, isolado da influência dos governos nacionalistas que propagam o ódio por meio da propaganda, as pessoas comuns do mundo árabe poderiam abordar os problemas estruturais que enfrentam suas sociedades".

Khashoggi foi visto pela última vez entrando no consulado da Arábia Saudita em Istambul, no dia 2 de outubro, e desde então está desaparecido. 

Segundo funcionários turcos, o jornalista crítico do poderoso príncipe herdeiro saudita, Mohamed bin Salman, foi assassinado no consulado por agentes de Riad.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade