Publicidade

Correio Braziliense

Tracy Chapman processa Nicki Minaj por plágio de letra e melodia

Chapman disse que a letra e a melodia foram copiadas em cerca de metade de "Sorry", e eram "facilmente reconhecíveis e identificáveis" como sendo suas


postado em 24/10/2018 18:39

Até agora, Minaj não respondeu ao recurso, para o qual tem 21 dias(foto: AFP)
Até agora, Minaj não respondeu ao recurso, para o qual tem 21 dias (foto: AFP)
 
Los Angeles, Estados Unidos - Tracy Chapman processou a rapper Nicki Minaj por supostamente copiar letras e melodias da cantora folk sem a sua autorização.

O álbum Minaj, de 35 anos, "Queen" foi lançado em agosto sem a música "Sorry", que Chapman alega ter sido parcialmente tirada de seu hit de 1988, "Baby Can I Hold You".

Chapman disse em um processo aberto na segunda-feira que Minaj e seus agentes fizeram "vários pedidos" em junho de 2018 para licenciar a canção, depois que "Sorry" já havia sido gravada.

E embora Chapman "repetidamente" tenha negado tais pedidos, Minaj - cujo nome de batismo é Onika Tanya Maraj - entregou uma cópia da canção para a popular rádio de Nova York HOT 97. 

Aston George Taylor Jr, conhecido como Funkmaster Flex, mostrou adiantamentos do tema em suas redes sociais, colocou no rádio e "possivelmente em outras mídias", segundo o processo. Até agora, Minaj não respondeu ao recurso, para o qual tem 21 dias.

Em um tuíte em julho, que logo apagou, Nicki Minaj escreveu uma canção em "Queen" apresenta um "dos melhores rappers de todos os tempos", mas que não tinha ideia de similaridades com alguma música da "lenda #TracyChapman". Também pediu a opinião dos fãs. 

A ação de Chapman, que mantém uma vida discreta e longe da mídia e das redes sociais, faz referência a esse tuíte.

"Esta ação é necessária para reparar a negligência de Maraj e a violação intencional dos direitos de Chapman sob a Lei de Direitos Autorais, e para garantir que a sua má conduta não se repita", diz o processo. 

"Maraj injustamente privou Chapman do direito e da oportunidade de decidir se permitiria o uso da composição e, em caso afirmativo, sob quais condições", continuou.

"Baby Can I Hold You" apareceu no álbum de estreia de Chapman e recebeu muitos elogios, incluindo seu prêmio Grammy de 1989 como melhor álbum de folk contemporâneo, e uma indicação de álbum do ano. 

Chapman disse que a letra e a melodia foram copiadas em cerca de metade de "Sorry", e eram "facilmente reconhecíveis e identificáveis" como sendo suas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade