Publicidade

Correio Braziliense

Assange diz que se entrega se Londres não extraditá-lo aos Estados Unidos

Segundo ele, Londres não recebeu pedido de extradição


postado em 27/10/2018 09:09 / atualizado em 27/10/2018 09:09

(foto: AFP / Justin TALLIS)
(foto: AFP / Justin TALLIS)

O fundador do WikiLeaks, Julian Assange, asilado na Embaixada do Equador em Londres desde 2012, estaria disposto a se entregar à justiça do Reino Unido se receber a garantia de que não será extraditado para os EUA, informou na sexta-feira (26/10) um de seus advogados.

O procurador-geral do Equador, Íñigo Salvador, afirmou que, em agosto, o Reino Unido havia garantido que ele não seria extraditado se deixasse a embaixada.

Segundo ele, Londres não recebeu pedido de extradição e disse que o período que Assange passaria em uma prisão britânica por violar os termos da condicional, após se refugiar na embaixada, não excederia seis meses.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade