Publicidade

Correio Braziliense

Outro pacote suspeito endereçado à CNN é interceptado

Se confirmado que o pacote contém um artefato explosivo, será a 15ª bomba - e a terceira da CNN - de uma onda dirigida a proeminentes democratas e críticos de Donald Trump


postado em 29/10/2018 13:47

(foto: Kevin C. Cox / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)
(foto: Kevin C. Cox / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP)
 
Washington, Estados Unidos - Mais um pacote suspeito endereçado à CNN foi interceptado nesta segunda-feira (29/10) em posto de correio em Atlanta, informou a direção da emissora em um comunicado.

Se for encontrado um artefato explosivo, será a 15ª bomba - e a terceira da CNN - de uma onda dirigida a proeminentes democratas e críticos de Donald Trump, supostamente por um defensor do presidente na Flórida."Esta manhã, outro pacote suspeito endereçado à CNN foi interceptado em uma agência dos correios de Atlanta", disse o presidente da CNN Worldwide, Jeff Zucker, em um comunicado.

"Não há perigo iminente no CNN Center", disse ele em uma mensagem aos funcionários que também foi publicada no Twitter.

Desde a última quarta-feira, todas as correspondências para os escritórios da CNN nos Estados Unidos foram separadas para verificação e "então este pacote não teria vindo diretamente para o CNN Center, mesmo que não tivesse sido interceptado primeiro", explicou ainda.

Cesar Sayoc, de 56 anos, que foi preso na sexta-feira na Flórida sob a acusação de enviar 13 bombas e as autoridades alertaram que correspondência endereçada a mais pessoas pode estar em circulação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade