Publicidade

Correio Braziliense

Coreia do Norte pede para adiar reunião com os Estados Unidos

Nenhuma outra explicação foi fornecida, mas Pyongyang pede que as sanções impostas por seu programa de armas sejam flexibilizadas, enquanto Washington insiste que elas devem permanecer em vigor até a desnuclearização da Coréia do Norte


postado em 08/11/2018 10:48

(foto: KENA BETANCUR / AFP)
(foto: KENA BETANCUR / AFP)
 
Seul, Coreia do Sul - A Coreia do Norte pediu aos Estados Unidos para adiar as negociações de alto nível programadas para esta semana em Nova York, informou o chanceler sul-coreano, Kang Kyung-wha, um dia depois de Washington anunciar o adiamento da reunião.

"Os Estados Unidos nos disseram que receberam uma mensagem do norte para adiar a reunião", disse Kang a legisladores, segundo a agência de notícias Yonhap.

Nenhuma outra explicação foi fornecida, mas Pyongyang pede que as sanções impostas por seu programa de armas sejam flexibilizadas, enquanto Washington insiste que elas devem permanecer em vigor até a desnuclearização da Coréia do Norte. 

Na véspera, secretário de Estado americano, Mike Pompeo, anunciou o adiamento de seus planos de se reunir esta semana com autoridades norte-coreanas de alto escalão, entre elas um dos homens mais próximos do líder Kim Jong-un.

Anunciada para esta quinta em Nova York, a reunião do chefe da diplomacia americana com Kim Yong-chol, braço direito de Kim, e com outros funcionários, "agora terá lugar em uma data posterior", informou um comunicado do departamento de Estado sem dar mais explicações.

O objetivo dessa próxima reunião é buscar continuar com as discussões sobre a desnuclearização norte-coreana e com a preparação de uma segunda cúpula entre Trump e Kim.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade