Publicidade

Correio Braziliense

Homem é detido por ameaças de matar chefe de Governo da Espanha

O indivíduo afirmava estar disposto a se sacrificar pela Espanha, e sua postura se radicalizou quando o governo de Pedro Sánchez aprovou a exumação do ex-ditador Francisco Franco de seu mausoléu no Vale dos Caídos, perto de Madri


postado em 08/11/2018 12:48

Barcelona, Espanha - Um homem que possuía um arsenal em sua casa e que ameaçou assassinar o chefe de Governo espanhol, o socialista Pedro Sanchez, foi preso em setembro - segundo informações das autoridades divulgadas nesta quinta-feira (8/11). A prisão ocorreu em Terrassa, no nordeste da Espanha, informou no Twitter a polícia regional da Catalunha.

Trata-se de um espanhol de 63 anos que tinha em casa um total de 16 armas, acrescentou o porta-voz da polícia regional catalã, Albert Oliva. "O homem possuía a intenção clara de realizar ações contra o presidente do Governo, mas carecia de apoio logístico. Por isso, buscou ajuda em chats e redes sociais", explicou o porta-voz.

O indivíduo afirmava estar disposto "a se sacrificar pela Espanha", e sua postura se radicalizou quando o governo de Pedro Sánchez aprovou a exumação do ex-ditador Francisco Franco de seu mausoléu no Vale dos Caídos, perto de Madri.

Em uma breve nota, o governo espanhol afirmou que, "em momento algum, a segurança do presidente se viu comprometida".

Segundo informações de um auto judicial, o acusado teria pedido ajuda a um integrante de um partido de extrema-direita, o Vox, através do Whatsapp.

Esta formação informou que foi uma coordenadora local que alertou as autoridades sobre o plano e que o acusado jamais foi afiliado do Vox.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade