Publicidade

Correio Braziliense

EUA declara filho de líder do Hezbollah um 'terrorista global'

Os EUA incluíram nesta terça-feira (13) Jawad Nasrallah, filho do líder do Hezbolla, Hassan Nasrallah, em sua lista negra de "terroristas globais"


postado em 13/11/2018 18:12

O Hezbollah é o único grupo político do Líbano que não se desarmou depois da guerra civil de 1975-1990(foto: Reprodução/Twitter )
O Hezbollah é o único grupo político do Líbano que não se desarmou depois da guerra civil de 1975-1990 (foto: Reprodução/Twitter )
 
Washington, Estados Unidos - Os Estados Unidos incluíram nesta terça-feira (13) Jawad Nasrallah, filho do líder do Hezbolla, Hassan Nasrallah, em sua lista negra de "terroristas globais", aumentando a pressão contra este movimento xiita libanês de resistência islâmica.

O governo de Donald Trump qualificou Jawad Nasrallah de "líder em ascensão" do Hezbollah e disse que, nos últimos anos, recrutou pessoas "para realizar ataques terroristas contra Israel na Cisjordânia".

Em uma declaração, o Departamento de Estado também anunciou ter revisado e mantido a designação do Hezbollah de "Organização Terrorista Estrangeira", emitida há 21 anos. 

O Hezbollah é o único grupo político do Líbano que não se desarmou depois da guerra civil de 1975-1990. 

Washington o acusa de ser um aliado próximo do Irã, assim como de apoiar o regime sírio de Bashar al-Assad e de ameaçar Israel. 

Mas no Líbano, o Hezbollah é um dos três grupos políticos mais poderosos do país, o qual o primeiro-ministro designado, Saad Hariri, assinalou nesta terça de atrasar a formação de um novo governo em busca de fortalecer a sua representação.

O Exército israelense afirma que o Hezbollah tem entre 100.000 e 120.000 mísseis e foguetes de curto alcance, assim como centenas de mísseis de longo alcance.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade