Publicidade

Correio Braziliense

Papa cita imigrantes e diz que ricos se beneficiam do que pertence a todos

Para o pontífice, o grito dos pobres se torna mais forte diariamente, porém a cada dia é menos ouvido


postado em 18/11/2018 12:49 / atualizado em 18/11/2018 12:49

O Papa Francisco lamentou neste domingo (18/11) que "os poucos ricos" aproveitam aquilo que "em justiça, pertence a todos". Ele afirmou que cristãos não podem permanecer indiferentes ao crescimento de preocupações com os explorados e os indigentes, incluindo imigrantes.

O Papa chamou atenção para a causa dos idosos abandonados e para "o grito de todos aqueles levados a deixar suas casas e sua terra natal por um futuro incerto". Ele acrescentou: "é o grito de populações inteiras, privadas inclusive de todos os recursos naturais a sua disposição".

Francisco convidou 6 mil pessoas pobres, além de voluntários que os ajudaram, a visitarem a Basílica de São Pedro, onde celebrou uma missa de um dia dedicada aos mais necessitados. Mais tarde, ele almoçou com 1,5 mil pessoas num auditório e comeu lasanha, frango, purê de batatas e tiramissu.

Para o pontífice, "o grito dos pobres se torna mais forte diariamente, porém a cada dia é menos ouvido".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade