Publicidade

Correio Braziliense

Manifestações deixam vários mortos no Haiti

No domingo, milhares de pessoas, sobretudo jovens, se manifestaram nas principais cidades haitianas para denunciar a corrupção do governo


postado em 19/11/2018 18:15

Em 18 de novembro, a Polícia também registrou outras seis mortes a tiros, não relacionadas com as manifestações(foto: AFP)
Em 18 de novembro, a Polícia também registrou outras seis mortes a tiros, não relacionadas com as manifestações (foto: AFP)
 
Porto Príncipe, Haiti - Três pessoas morreram atingidas por disparos durante manifestações realizadas no domingo no Haiti, informou nesta segunda-feira (19)  a Polícia Nacional (PNH), enquanto a oposição denuncia uma cifra de 11 mortos em todo o país.

"Um jovem foi morto ontem em Pétionville (localidade na região metropolitana de Porto Príncipe, a capital) e foi aberta uma investigação", disse o porta-voz da Polícia haitiana, Gary Desrosiers.

Algumas fontes atribuíram os tiros a um segurança particular, enquanto um jornalista acusa a Polícia de ter apertado o gatilho, indicou.

Outra morte, também por disparos de origem desconhecida, foi registrada em Petit-Goave, enquanto outro jovem foi executado na segunda cidade do país, Cap-Haitien, por um agente de segurança.

No mesmo dia, 18 de novembro, a Polícia também registrou outras seis mortes a tiros, não relacionadas com as manifestações, segundo Desrosiers.

Sem surpresas, este balanço contrasta com o fornecido pela oposição, que acusou as forças de ordem de quererem minimizar os resultados da repressão.

André Michel, membro de um dos movimentos que convocaram uma das manifestações de domingo, afirma que 11 pessoas morreram atingidas por disparos nos deslocamentos e outras 47 ficaram feridas pelos projéteis.

No domingo, milhares de pessoas, sobretudo jovens, se manifestaram nas principais cidades haitianas para denunciar a corrupção do governo e exigir a renúncia imediata do presidente Jovenel Moïse.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade