Publicidade

Correio Braziliense

Presidente do Haiti pede diálogo após protestos contra corrupção

As mobilizações paralisaram ontem pelo terceiro dia consecutivo a capital e outras cidades haitianas


postado em 23/11/2018 09:50 / atualizado em 23/11/2018 10:15

(foto: Hector RETAMAL / AFP)
(foto: Hector RETAMAL / AFP)

O presidente do Haiti, Jovenel Moise, reiterou nesta quinta-feira (22/11) seu apelo ao diálogo e disse que, durante seu mandato, ninguém colocará em perigo os interesses do país. A declaração foi dada após protestos no domingo (18/11) contra a corrupção. 


Um setor de oposição exigiu a renúncia do presidente. Os protestos deixaram 11 mortos. Em mensagem ao país, Moise, que não fez nenhuma referência à corrupção, prometeu dialogar com todos os setores. As mobilizações paralisaram ontem pelo terceiro dia consecutivo a capital e outras cidades haitianas.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade